Morro da Bandeira

Quarta, 25 Fevereiro 2015 08:13 Escrito por 
Avalie este item
(6 votos)

ban25022015001Morro da Bandeira é o nome da formação de areia que se avista a partir das Dunas do Velho Chico, com grande destaque no meio do Lago de Sobradinho, no município de Casa Nova (BA).

Apesar da aparência de ilha, o fato é que aquela faixa de terra está conectada ao continente, porém a uma distância muito grande dos locais de acesso mais conhecidos. Mesmo assim, a conexão só acontece quando o nível do lago está baixo, caso contrário ela se torna de fato uma ilha.

Absolutamente deserto, sem qualquer vestígio de habitação, o Morro da Bandeira é um local árido e extraordinariamente interessante. Formado por bancos de areia branca e fofa, o Morro possui grandes áreas descampadas, onde uma vegetação rasteira oferece poucas possibilidades de sombra. O destaque fica por conta dos troncos de árvore secos que emergem das águas no entorno do local, e que configuram paisagem sinistra e ao mesmo tempo bela. No meio do terreno, uma grande lagoa ocupa parte da área, porém o volume depende muito do nível do lago. Tartarugas e outros animais são encontrados com facilidade pelo lugar.

Para chegar lá, pode-se atravessar a partir das Dunas do Velho Chico em barco ou caiaque. A travessia de caiaque (que deve ser levado pelo próprio interessado) leva cerca de 30 minutos. Em barco são 10 ou 15 minutos apenas. No entanto, não costumam haver barqueiros no local para fazer a travessia. Nesse caso, deve-se prosseguir por mais alguns quilômetros ao longo da margem das Dunas, até um local onde existem algumas casas e moram os barqueiros da região. Lá não será difícil contratar alguém para fazer a travessia e marcar um horário para o retorno. Em caso de dúvidas, os poucos moradores das Dunas poderão fornecer orientações mais precisas.

A ida até o Morro da Bandeira precisa, no entanto, ser bem planejada: deve-se levar bastante água, lanches, protetor solar e tudo que possa ser necessário para se passar o dia ou apenas algumas horas, uma vez que não há nada para ser comprado, pedido ou emprestado no lugar. Uma boa pedida é fazer um acampamento, quando então o silêncio e a beleza da noite e das estrelas poderá ser apreciada em toda a sua plenitude. Durante o dia, se torna interessante a prática de trekking pelos cenários amplos, desérticos ou cobertos de vegetação. Eles enchem os olhos, são altamente relaxantes e inspiradores. Para refrescar, o banho na água doce, rasa e calma, isenta de comércio, da sujeira, barulho ou do movimento, é a melhor opção para renovar as energias.

Informações adicionais

Lido 1400 vezes Última modificação em Quinta, 19 Janeiro 2017 09:48

Filtros

    • Alagoas (5)
    • Bahia (47)
    • Ceará (1)
    • Pernambuco (36)
    • Piauí (3)
    Close 
    • Afrânio (2)
    • Belém de São Francisco (1)
    • Bodocó (1)
    • Cachoeira (1)
    • Campo Formoso (2)
    • Canudos (1)
    • Caracol (1)
    • Casa Nova (3)
    • Crato (1)
    • Curaçá (4)
    • Exú (1)
    • Floresta (1)
    • Jacobina (2)
    • Juazeiro (15)
    • Lagoa Grande (1)
    • Maragogipe (1)
    • Miguel Calmon (1)
    • Morro do Chapéu (5)
    • Orocó (1)
    • Parnamirim (1)
    • Paulo Afonso (1)
    • Petrolina (20)
    • Pindobaçú (3)
    • Piranhas (5)
    • Remanso (1)
    • Santa Maria da Boa Vista (2)
    • Saúde (1)
    • Senhor do Bonfim (1)
    • Serrita (1)
    • Sobradinho (4)
    • São José do Belmonte (1)
    • São Raimundo Nonato (2)
    • Triunfo (3)
    • Uauá (1)
    Close 
    • Artesanato (16)
    • Fé (28)
    • Lendas (10)
    • Museus (24)
    • Música (20)
    • Tradições (55)
    Close 
    • Atrações Urbanas (37)
    • Ecoturismo (71)
    • Enoturismo (3)
    • Gastronomia (21)
    • Vida Noturna (15)
    Close 
    • Close