Transposição do Rio São Francisco

Quinta, 01 Fevereiro 2018 09:26 Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)

trasp010218001Polêmica e grandiosa, a transposição das águas do Rio São Francisco é um projeto que pretende minimizar os efeitos da seca no sertão nordestino. Consiste em dois canais de concreto que transferem águas coletadas nos municípios pernambucanos de Cabrobó e Floresta para, respectivamente, os estados do Rio Grande do Norte (eixo norte) e a Paraíba (eixo leste).

No eixo norte, em particular, a água passa inicialmente por uma estação elevatória e, de lá, segue por gravidade e depois com o auxílio de bombas até o seu destino final.

A visitação do canal do eixo norte não é incentivado, porém quem estiver na região, ou então se dispuser a viajar por cerca de 150km a partir de Petrolina (PE), poderá apreciar de perto a grandiosidade desta obra. Seguindo pela BR-428, entre Santa Maria da Boa Vista (PE) e um pouco antes de Cabrobó (cerca de 18km antes do centro da cidade) há um viaduto que passa por cima do canal da transposição. De lá de cima, é possível avistar o canal se perdendo no horizonte em direção ao norte. Logo depois do viaduto, à direita, existe um acesso por meio de uma estrada de terra que permite chegar de carro até a beira do canal. Neste ponto, praticamente debaixo do viaduto, é possível conferir o grande volume de água transportado pelo canal.

Eventualmente (caso não hajam barreiras da operadora do canal no local), é possível seguir com o carro por cerca de 2km ao longo do canal, em uma estrada de terra, em direção à estação elevatória. Esta, abrigada num edifício que se sobressai na paisagem, é responsável por despejar a água no canal de modo que a mesma siga por muitos e muitos quilômetros contando apenas com a ajuda da gravidade.

Parar a viagem para apreciar a transposição é recomendado para quem estiver passando pelo local (por exemplo, indo ou voltando do Recife ou da maioria das cidades do interior). Da mesma forma, viajar até lá a partir de Petrolina pode ser uma opção de lazer interessante e diferenciada para quem deseja conhecer de perto esta obra que com freqüência é objeto de calorosos debates em todo o país. No entanto, nunca é demais frisar: parar o carro no viaduto, ainda que no acostamento, pode ser perigoso visto que se trata de uma pista simples com apenas duas faixas e na qual trafegam veículos de todos os portes. Além disso, o canal é profundo e não há qualquer tipo de proteção para os que se aproximam do mesmo. Assim, toda precaução é devida para não causar ou sofrer acidentes neste passeio.

Informações adicionais

Lido 111 vezes

Filtros

    • Alagoas (5)
    • Bahia (54)
    • Ceará (1)
    • Pernambuco (50)
    • Piauí (3)
    Close 
    • Afrânio (2)
    • Belém de São Francisco (1)
    • Bodocó (1)
    • Buíque (1)
    • Cabrobó (1)
    • Cachoeira (1)
    • Campo Formoso (2)
    • Canudos (1)
    • Caracol (1)
    • Casa Nova (4)
    • Crato (1)
    • Curaçá (4)
    • Exú (1)
    • Floresta (1)
    • Jacobina (2)
    • Juazeiro (21)
    • Lagoa Grande (1)
    • Maragogipe (1)
    • Miguel Calmon (1)
    • Morro do Chapéu (5)
    • Orocó (1)
    • Parnamirim (1)
    • Paulo Afonso (1)
    • Petrolina (25)
    • Pindobaçú (3)
    • Piranhas (5)
    • Remanso (1)
    • Santa Maria da Boa Vista (2)
    • Saúde (1)
    • Senhor do Bonfim (1)
    • Serrita (1)
    • Sobradinho (4)
    • São José do Belmonte (1)
    • São Raimundo Nonato (2)
    • Triunfo (9)
    • Uauá (1)
    • Venturosa (1)
    Close 
    • Artesanato (19)
    • Fé (35)
    • Lendas (14)
    • Museus (30)
    • Música (24)
    • Tradições (69)
    Close 
    • Atrações Urbanas (49)
    • Ecoturismo (82)
    • Enoturismo (6)
    • Gastronomia (26)
    • Vida Noturna (18)
    Close 
    • Close